segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Benfica: Ecléctico e ganhador!

As conquistas benfiquistas na presente temporada sucedem-se a um ritmo notável. É a tendência dos últimos anos, fruto da recuperação económica e desportiva do clube, com repercussão na valia das nossas equipas.

No fim-de-semana passado foi a vez do voleibol, na Taça de Portugal, e do atletismo, no Campeonato Nacional de Corta-Mato Curto. O Benfica venceu nove das doze provas já decididas esta época nas sete modalidades mais relevantes, em popularidade e investimento, do desporto português (as “cinco de pavilhão”, atletismo e futebol). Além das supertaças de futebol, basquetebol e voleibol e dos triunfos acima referidos, ganhámos a Taça Hugo dos Santos e o Troféu António Pratas no basquetebol e os Campeonatos Nacionais em pista coberta e estrada do atletismo.


Para o Benfica, pelo seu historial, grandeza e ambição, o objectivo passa por vencer todas as provas em que se vê envolvido, seja qual for a modalidade. No presente, há expectativas reais de igualar ou até superar os dezoito títulos da temporada passada (seniores masculinos das sete modalidades), mesmo sem disputar as taças continental e intercontinental de hóquei em patins, conquistadas em 2013/14. Acresça-se o bom desempenho das equipas femininas de futsal e hóquei em patins e a perspectiva de mais títulos em desportos de menor notoriedade como, por exemplo, o triatlo, a canoagem ou o pool. E há ainda o projecto olímpico, da Telma Monteiro, Nélson Évora e outros que honram o clube e o país porque são predestinados, trabalhadores e têm, no glorioso Sport Lisboa e Benfica, a (única) instituição que lhes providencia condições de excelência para o desenvolvimento das suas capacidades.

O Benfica - 13/3/2015

Fim de quarentena

Todos estamos agradecidos aos benfiquistas que há uns poucos meses dedicaram parte do seu tempo, dinheiro e esforço para homenagearem vint...