terça-feira, 22 de junho de 2021

Números da semana (28)

(Edição Jardel)

5

Só há 5 tetracampeões na história do Benfica, Jardel é um deles, com André Almeida, Fejsa, Luisão e Salvio;

7

Jardel é também um exemplo para os mais jovens. Na 3ª e 4ª temporadas no Benfica, jogou um total de 7 vezes pela equipa B, sem qualquer inflexão no elevado compromisso com o clube;

11

Épocas ao serviço do Benfica. Houve apenas 50 futebolistas, em cerca de 1200, que jogaram pela equipa de honra em 11 ou mais temporadas (critério: participação em pelo menos um jogo em cada época, incluindo particulares);

14

Títulos e troféus conquistados por Jardel de águia ao peito. Campeão nacional 5 vezes, venceu 2 Taças de Portugal, 5 Taças da Liga e 2 Supertaças (fez parte de plantéis que venceram mais duas);

19

Golos marcados pelo Benfica (16 em competições oficiais, 12 no Campeonato), dois deles decisivos na caminhada para o tri em 2016 (golos das vitórias na 30ª e 32ª jornadas);

21

Jardel demorou a conquistar os benfiquistas. Há duas formas de consegui-lo, assim seja inequívoco o compromisso com o clube e pelo menos aceitável, segundo padrões benfiquistas, o talento para o futebol: personificar um adepto aguerrido em campo e/ou qualidades futebolísticas excepcionais. Jardel tornou-se consensual pela primeira via num jogo com o V. Guimarães, em que fez quase todo a partida com uma protecção na cabeça. Soube-se depois que necessitou de 21 pontos para fechar um golpe profundo. Fez o sacrifício que qualquer adepto julga que faria naquelas circunstâncias;

320

Jogos de Jardel, incluindo particulares, pela equipa de honra do Benfica. É o 44º mais utilizado de sempre. Em competições oficiais participou em 288 desafios (34º). No Campeonato representou o clube em 165 ocasiões.

Jornal O Benfica - 18/6/2021

Sem comentários:

Enviar um comentário

Em choque

Como os terramotos, a detenção do presidente Luís Filipe Vieira pode ser medida sob duas perspectivas. Assim, por muita elevada que seja a m...