terça-feira, 25 de janeiro de 2022

Até estou “aparfalhado”

Já não bastava a arbitragem miserável no Benfica – Moreirense, ainda somos, de acordo com a comunicação social, alvos de uma queixa da APAF ao Conselho de Disciplina da Federação devido às críticas feitas ao desempenho dos árbitros.

Coitaditos. Uma equipa de arbitragem com evidente influência no resultado, sendo que o VAR é reincidente no prejuízo ao Benfica na presente temporada, não pode ser criticada por quem, legitimamente, se sente lesado.

E as críticas até foram dirigidas com bons modos, saliente-se. Ninguém foi apelidado de ladrão, corrupto ou incompetente, como muitos benfiquistas, por certo, e no fervor da frustração nem se pode levar a mal, gostariam que tivesse sido feito.

Na página de entrada no site da APAF pode ler-se que “o Respeito (sic) é algo necessário e insubstituível. Respeitar é aceitar. É ver o outro como igual e viver em harmonia”. E um pouco abaixo: “O Respeito (sic) que dás recebes de volta”. Respeito, que é muito bonito, sempre com maiúscula, atenção.

E eu pergunto: o árbitro Rui Costa respeitou o Benfica, os profissionais do Benfica e os benfiquistas quando passou um jogo inteiro a permitir que o guarda-redes adversário perdesse tempo a repor a bola em jogo? Foi respeito que teve quando só à 10 ou 15ª oportunidade mostrou o amarelo devido (a caminho dos 96 minutos)? Foi respeito o que o levou a interromper uma jogada por uma suposta falta, que não se veio a descortinar nas repetições, no segundo anterior ao Benfica marcar um golo? O VAR Bruno Esteves respeitou o Benfica ao não indicar o fora de jogo clamoroso no golo do Moreirense? E respeitara no Estoril ao não indicar a falta evidente sobre Gonçalo Ramos no golo dos estorilistas?

Afinal, para a APAF, o respeito é assim tão “necessário e insubstituível”? É “aceitar”, “viver em harmonia”? Que respeito, com ou sem maiúscula, merecem de volta estes árbitros da parte do Benfica?

P.S.: Há benfiquistas defensores de não se falar de arbitragens quando a equipa joga mal. Discordo. Os campeonatos fazem-se de pontos, não de exibições. O Benfica está a fazer um mau campeonato, mas deve, por isso, ser lesado pela arbitragem como foi com Porto, Estoril e Moreirense?

Jornal O Benfica - 21/1/2022

Sem comentários:

Enviar um comentário

De frame em frame enche o dragão o papo

O que são dois centímetros? Meia rolha; aproximadamente o diâmetro da abertura de um umbigo normal, de uma moeda de cinco cêntimos ou da t...