sexta-feira, 30 de agosto de 2019

Recordista da infâmia


O director do Record, Bernardo Ribeiro, manifestou-se indignado por, supostamente, a BTV não ter mostrado os adeptos do FCP durante a transmissão do clássico. No dia seguinte, depois de confrontado por ter mentido ou, com alguma benevolência, se ter enganado, insistiu, em tom jocoso, na crítica à BTV, trasvestindo-a de pedido de desculpa. E, como se não bastasse, enganou-se novamente.

A BTV não mostrou os portistas apenas numa ocasião, fê-lo por cinco ou seis vezes segundo me garantiram. Foram mais, porventura, do que aquelas que Bernardo Ribeiro terá entendido relevantes para criticar Bruno de Carvalho ao longo dos vários anos de presidência do ex-líder leonino. Reconheça-se que o delírio resultante dos triunfos, mesmo que por camisola emprestada, retira o discernimento a qualquer um, mas convém não exagerar.

Maquiavel ensinou-nos que quando um adversário é deitado por terra, deve ser pisado ainda mais. Mas Bernardo Ribeiro, a julgar pela profundidade das suas reflexões, não passa de uma tentativa falhada de um protótipo de aspirante a adversário e a crítica ao Benfica que lhe assistiu fazer saiu-lhe furada.

Talvez pudesse antes dedicar-se a tentar entender a degradação lastimável que a venda de jornais tem sofrido e o que o leva, nesse contexto aterrador, a hostilizar frequente e gratuitamente uma enorme fatia dos seus potenciais consumidores. Seria construtivo. Porém, o Record caminha para ser uma espécie de suplemento desportivo do Correio da Manhã, agora que já é só um mero jornal sectário, servindo para pouco mais que amplificador da comunicação informal oriunda do Campo Grande.

Parafraseando Ribeiro: Não sei se é feio, se triste. Mas é o director do Record.

Jornal O Benfica - 30/8/2019

1 comentário:

  1. Comentário mais que propositado ,criticando justamente um dos "veículos" mais canalhas e mentirosos da imprensa(?)desportiva Portuguesa e anti-Benfiquista declarado. Só é pena, da parte de João Tomás, faltarem críticas contundentes a todos aqueles que, na Direção do Benfica , continuam a pactuar com esse jornal sob as mais diversas formas : entrevistas oportunas, informações sobre o Clube dadas a esse jornal, que nada justifica. Vou-me repetir mas...considero que quem não se dá ao respeito , não espere ser respeitado .

    ResponderEliminar

Futebolês

No estrangeiro e sem tempo para a habitual crónica, avanço com algumas sugestões que, eventualmente, não carecem de revisão, para um dicio...