terça-feira, 25 de maio de 2021

Força Benfica!

Ganhar a Taça de Portugal não salva, nem deixa de salvar, uma temporada. É bem mais importante do que isso, tem um valor intrínseco, é a segunda competição mais relevante do calendário competitivo nacional e a mais antiga entre as existentes.

Começou a ser disputada em 1922, alteraram-lhe o nome em 1938 e, como não poderia deixar de ser, o Benfica é o clube mais vezes vencedor: três sob a denominação "Campeonato de Portugal", 26 já como "Taça de Portugal".

E porque o revisionismo se combate com factos, aqui está, mais uma vez e as vezes que forem necessárias, o excerto do relatório da Federação Portuguesa de Futebol, aprovado pelas Associações, referente à temporada 1938/39 que comprova inequivocamente que o Campeonato de Portugal e a Taça de Portugal são uma e a mesma prova (ou a primeira antecede a segunda) e não outra qualquer como o Sporting anda a tentar enganar desrespeitadora e vergonhosamente.

Diz então assim: "Por virtude da reforma a que se procedeu no Estatuto e Regulamentos da Federação, os Campeonatos das Ligas e de Portugal passaram a designar-se, respectivamente, Campeonatos Nacionais e Taça de Portugal". E, no parágrafo seguinte, para que não houvesse confusão, reiteram que “o Campeonato da 1ª Liga passou a ser Campeonato Nacional 1ª Divisão”.

Mais claro que isto é impossível, podendo o Sporting, se quiser, afirmar que já venceu 6347 campeonatos, que tal não alterará a realidade: ficam-se pelos 19 em 2020/21.

Mas, agora, o que realmente me importa é que vençamos a Taça de Portugal, mesmo sem público e longe do Jamor. Venceremos!

P.S.: Um dia ter-se-á que discutir seriamente a questão do estádio Nacional. Deixá-lo degradar-se é um crime lesa futebol português.

Jornal O Benfica - 21/5/2021

Sem comentários:

Enviar um comentário

Números da semana (179)

1 Nas estafetas mistas de triatlo, o Benfica sagrou-se campeão nacional; 2 No futebol de formação, o Benfica é bicampeão nacional de j...