terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Ganharemos!

A visita ao FC Porto, hoje no Dragão como, no passado, nas Antas, no Lima, na Constituição ou no Ameal, é a deslocação mais difícil do ponto de vista estatístico. São já 113 jogos em competições oficiais na qualidade de visitante, nos quais somámos apenas 18 triunfos e 28 empates. Ou seja, perdemos quase 60% dos jogos.

Tendo em conta a tendência negativa, convém recordar que esta sempre existiu (a primeira vitória num jogo “oficial” só surgiu à 14ª oportunidade – apenas três empates anteriores), o que não nos impediu de triunfar em 2011, 2014 (2) ou em 2019.

Torna-se até interessante constatar que, após uma sequência horrível de 19 jogos sem vencermos (e de ganharmos apenas uma vez em 35 desafios), obtivemos cinco vitórias e cinco empates nas últimas 19 partidas, com uma percentagem de derrotas abaixo dos 50% (bem melhor que os 62% verificados nos 94 jogos anteriores. Se reduzirmos a análise às últimas dez épocas, celebrámos quatro vitórias e empatámos três vezes em 13 jogos.

Partindo do princípio, que não é certo, de que as condicionantes outrora recorrentes não se verificarão desta feita, este é um jogo que, à luz dos resultados na última década, qualquer desfecho é possível. Incluindo ganharmos, não obstante a vantagem teórica do FC Porto por jogar em casa.

De uma coisa tenho a certeza: só as equipas mentalizadas para a obtenção de triunfos poderão alcançá-los. E eu não vejo qualquer razão, nem sequer o facto de não termos sido felizes na recente Supertaça disputada pelos dois clubes, para que a nossa equipa não entre hoje à noite, no Dragão, mentalizada que somará três pontos nesta jornada. Até porque uma derrota não significará o abandono da corrida pelo título...

Jornal O Benfica - 15/1/2021

Sem comentários:

Publicar um comentário

Números da semana (7)

1 Surpresa na posição de extremo esquerdo no onze inicial frente ao Porto, com Grimaldo a desempenhar essa função e a fazer uma excelente ...