segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Ganhar em Portimão


Há que reconhecer a persistência dos detractores do Benfica. É formidável como se notabilizam pela sua imaginação fértil, não bastas vezes distorcendo a realidade para que esta vá ao encontro das suas pretensões.

Por exemplo, sobre a goleada imposta ao Rio Ave, houve quem tenha alegado a sorte do Benfica ter empatado a partida quase imediatamente após o reatamento da segunda parte, tentando desvalorizar assim, implicitamente, a brilhante segunda parte da nossa equipa. É um argumento canhestro, por várias razões, que não passa de uma mera tentativa vã e ridícula de escamotear algo que me parece evidente e que já não há quem ouse negar: O Benfica está bem vivo na luta pelo título. Aparentemente, é surpreendente…

Vejamos, há três ideias fortes que nos têm sido vendidas desde o início da época. O Benfica desinvestiu, Rui Vitória é limitado e o plantel à sua disposição não tem qualidade para lutar pelo penta; O FC Porto apresenta uma capacidade nunca antes vista para impor uma dinâmica no jogo que impossibilita os seus adversários de respirarem, quanto mais de lutarem por um pontinho que seja; O Sporting tem um plantel recheado de grandes jogadores orientados pelo mestre da táctica e potenciador mor de talento. Como explicar então que o Benfica, este Benfica, ainda por cima este Benfica debilitado por diversos problemas físicos de jogadores fundamentais, possa acalentar, à 22ª jornada, a renovação do título?

Não serei eu a explicar-lhes. Que continuem a encontrar refúgio para os seus insucessos na diabolização do Benfica ao invés de se consciencializarem do nosso mérito, que só nos ajudarão. Quanto a nós, lutaremos sempre pelos três pontos. É o único caminho!

Jornal O Benfica - 9/2/2018

Números da semana (179)

1 Nas estafetas mistas de triatlo, o Benfica sagrou-se campeão nacional; 2 No futebol de formação, o Benfica é bicampeão nacional de j...