terça-feira, 26 de julho de 2022

Bons sinais

Nada como uma página virada para que o entusiasmo recrudesça. E esta foi virada violentamente: o futebol que Roger Schmidt está a implementar, a avaliar pelos primeiros sinais, é a antítese, embora subordinada à ideia comum da assumpção da iniciativa de jogo, daquele praticado pelo Benfica ao longo da segunda passagem de Jorge Jesus pelo clube.

E eu gosto muito mais. Não se trata aqui de uma convicção própria sobre que forma de jogar mais eleva as probabilidades de sucesso – sei bem que há vencedores para todos os gostos – mas somente de uma marcada preferência por um estilo de jogo.

Se a equipa conseguir, ao longo da época, operacionalizar correctamente os princípios que, de acordo com o demonstrado no Algarve, parece estar agora a trabalhar, estou certo de que, independentemente dos títulos que possam ou não vir a ser conquistados, assistiremos a um Benfica sempre com os olhos postos na baliza contrária, em suma a ser Benfica.

A mim, mesmo reconhecendo que há muitas formas válidas de vencer, ninguém alguma vez me convencerá de que o Benfica, quando joga à Benfica, não estará mais próximo de ganhar. Por agora, reitero, trata-se de meros sinais positivos, a época é longa, desgastante e difícil. Mas escrevo na segunda-feira à noite e estou desejoso que chegue sexta-feira para ver o jogo com o Girona.

Também a nível individual os primeiros sinais têm sido positivos. Pelo que já se viu, percebe-se que Neres, Bah e Enzo Fernández são mesmo reforços. João Victor ainda não jogou, mas já perdi a conta aos elogios que lhe são feitos, com particular significado a admiração generalizada pela velocidade do novo defesa central benfiquista. E saliento o visível empolgamento da esmagadora maioria dos jogadores no relvado, dando a ideia de que se divertem enquanto jogam, o que geralmente é… um bom sinal.

Por último, para um benfiquista que segue atentamente as camadas jovens, como é o meu caso, é deveras gratificante ver os “miúdos” a darem cartas e a criarem problemas salutares ao treinador.

Vou-me repetir: não há ainda muitas ilações a tirar, tudo isto não passa de sinais positivos. Mas nunca mais chega sexta-feira!

Jornal O Benfica - 22/7/2022

Sem comentários:

Enviar um comentário

Números da semana (179)

1 Nas estafetas mistas de triatlo, o Benfica sagrou-se campeão nacional; 2 No futebol de formação, o Benfica é bicampeão nacional de j...