segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Números da semana (40)

8

8 jogos, 7 vitórias e um empate, liderança isolada no Campeonato só com triunfos e presença na fase de grupos da Liga dos Campeões. Há 39 anos que o Benfica não tinha um início mais prometedor. Na época da estreia de Eriksson, vencemos as primeiras 8 partidas. 2021/22 tem o melhor desempenho desde então (considerando todas as provas oficiais, incluindo a Taça de Honra e a Taça Ibérica);

10

A rotatividade promovida por Jorge Jesus resulta em somente 10 jogadores com utilização superior a 50% do tempo (792 minutos, incluindo tempos adicionais);

14

Golos marcados pela equipa neste início de temporada, 2 em cada jogo excepto em Eindhoven frente ao PSV. Rafa, com 3, é o mais goleador, entre 9 marcadores (incluindo um autogolo). Seguem-se, com 2, Lucas Veríssimo, Gilberto e Waldschmidt. No capítulo das assistências (9), Pizzi e Yaremchuk lideram com duas cada;

15

São 15 os que já alinharam no 11 inicial em pelo menos 4 jogos;

17

Número de jogadores utilizados em mais de um terço do tempo dos 8 jogos disputados pelo Benfica;

24

Contam-se 24 os utilizados por Jorge Jesus nestas 8 partidas, 19 deles na condição de titular em pelo menos duas ocasiões;

97:45

Minutos de média por jogo, uma consequência do incremento dos tempos adicionais devido à utilização de VAR. Na última temporada sem VAR (2016/17) a média de tempo dos jogos do Benfica situou-se ligeiramente abaixo dos 95 minutos;

782

Odysseias é o único totalista na presente temporada, em campo nos 782 minutos das primeiras 8 partidas. Seguem-se Otamendi (683), Lucas Veríssimo (615), João Mário (552), Grimaldo (511) e Gonçalo Ramos (497), os únicos com utilização superior a 60% do tempo.

Jornal O Benfica - 10/9/2021

Sem comentários:

Enviar um comentário

Perspectivas

É de certa forma fascinante observar como certas mentes pensantes laboram. Demos 5-0 nos Açores ao Santa Clara e há quem permaneça no interv...