sexta-feira, 8 de junho de 2018

Orçamento 2018/19


De uma primeira leitura do orçamento do SLB para a próxima temporada, destaco, desde logo, a estabilidade do resultado positivo, de cerca de 6 milhões de euros. Tem sido esta a tendência das últimas temporadas, o que nos permite encarar o futuro com optimismo. Entre as várias componentes do orçamento, há duas que me merecem, sempre, maior atenção: Quotização e investimento nas modalidades.

Quanto à primeira, o crescimento sustentado das receitas de quotização é assinalável. Ano após ano, e sem aumentos do valor da quota, é estabelecido um novo recorde: 14.6M€ em 2015/16; 15.8 em 2016/17; 16.4 em 2017/18 (previsão); 16.6 em 2018/19 (orçamentado). Esta tendência é fruto de uma política comercial agressiva (promoção e segmentação), da implementação de instrumentos de retenção dos associados e do estabelecimento de parcerias resultantes em vantagens para os sócios. É preciso ter em conta, no entanto, que estes montantes verificaram-se em temporadas de sucesso no futebol, o que me desperta a curiosidade para perceber se, na próxima temporada, se conseguirá atingir o valor orçamentado. A previsão para a época agora finda é um indicador favorável.

Relativamente às modalidades, folgo em verificar que o investimento tem crescido sem que a sustentabilidade económica e financeira do clube seja colocada em causa (aumento de 1.7M€). Apesar da desapontante época desportiva, estivemos em todas as decisões e, tendo em conta o pecúlio obtido na última década, trata-se de um ano atípico. Muito honestamente, prefiro ter um ou outro ano atípico que, em prol de um eventual sucesso esmagador imediato, eventualmente hipotecar várias épocas futuras. Estamos no bom caminho!

Jornal O Benfica - 8/6/2018

Fim de quarentena

Todos estamos agradecidos aos benfiquistas que há uns poucos meses dedicaram parte do seu tempo, dinheiro e esforço para homenagearem vint...