segunda-feira, 19 de setembro de 2022

Notas soltas

- O episódio da criança obrigada a despir a camisola do Benfica – ficando em tronco nu – para assistir ao jogo em Famalicão foi grotesco. Uma iniquidade sem nome. Um caso que deveria corar de vergonha todos os envolvidos, direta ou indiretamente, com maior ou menor responsabilidade no sucedido;

- Já é tempo de se acabar com os paternalismos e a condescendência. A segurança naquela bancada em Famalicão nunca estaria posta em causa por uma criança (ou quem quer que fosse) usar uma camisola do adversário, mas por eventualmente haver imbecis que reagiriam violentamente ao facto de uma criança (ou quem quer que fosse) usar uma camisola do adversário. Penalizou-se a criança, para que os eventuais imbecis não dessem largas à sua imbecilidade. Prefiro que se penalize os imbecis caso demonstrem, com violência, que o são. E que sejam afastados dos estádios;

- Entretanto, passou em claro o penálti sobre Draxler em Famalicão. O árbitro não viu e daí não vem mal ao mundo porque há VAR nos jogos da Liga, mas o VAR também não viu. Este VAR chamava-se Fábio Melo, experiente em não ver, como VAR, grandes penalidades evidentes a favor do Benfica. Cenário dantesco: parelha de Fábios num jogo do Benfica. E não me acusem de dar ideias ao Fontelas, cuja criatividade com o propósito que se sabe parece ser ilimitada;

- E ganhámos. O começo está a ser bom;

- Assim como o início de época das restantes modalidades. Vencemos as três supertaças disputadas até ao momento, acrescidas de um dos dois restantes troféus que poderíamos ganhar para já. Parece-me evidente que, na época passada, houve uma subida de competitividade generalizada das equipas do Benfica. Fomos dominadores na vertente feminina, nos homens melhorámos significativamente. A expectativa é que o sentido ascendente continue e os primeiros passos em 2022/23 estão a confirmá-lo.

- Apreciei muito a abertura de espírito da direcção do Sport Lisboa e Benfica na semana passada. O relatório e contas da SAD teve apresentação pública e Rui Costa deu uma entrevista em que explicou com algum detalhe a estratégia na última janela de transferências, ambas se constituindo como actos de transparência importante. A entrevista teve ainda um carácter inovador em Portugal, merecendo a iniciativa um forte aplauso.

Jornal O Benfica - 16/9/2022

Sem comentários:

Enviar um comentário

Números da semana (180)

1 A equipa feminina do Benfica de minitrampolim sagrou-se campeã nacional; 3 O canoísta Fernando Medalha conseguiu 3 medalhas no Campe...