terça-feira, 9 de novembro de 2021

Bola no próprio cesto

A situação no basquetebol português é muito grave e há, de facto, razões para preocupação.

O Porto entendeu, na minha opinião injustificadamente, que foi lesado no lance derradeiro do jogo decisivo da época passada, no qual perdeu o campeonato para o Sporting, reagindo com um anúncio absurdo de boicote aos três árbitros dessa partida. No primeiro jogo do Porto em que um desses árbitros foi nomeado, os portistas não compareceram.

Até agora, em seis jogos do Porto, só por uma vez um desses árbitros foi nomeado, o que já causa estranheza. São três dos melhores árbitros portugueses: Fernando Rocha, presença assídua em fases finais de competições europeias, Carlos Santos e Paulo Marques, ambos experientes e conceituados.

Mesmo que o Porto tivesse razão, a exigência de exclusão de três árbitros das suas partidas seria igualmente inaceitável. Não se pode transigir perante uma interferência desta magnitude. É inconcebível que um clube determine que árbitros lhe convém e, caso a Federação aquiesça a tão inusitada exigência, é evidente que estará a promover uma óbvia e inqualificável pressão sobre a arbitragem.

Não só o Porto merece ser criticado. Se hoje (2/11/2021) consultarmos o site da FPB, constatamos que, na classificação do campeonato, o Porto não tem averbada qualquer derrota, apesar de ter faltado à partida com a Ovarense, desrespeitando adeptos, adversários e patrocinadores e desvirtuando a classificação. Uma falta de comparência injustificada é inapelável. Do que espera a Federação?

E também o corpo de juízes, os quais, ao se saber da intenção portista de boicotar os três árbitros visados, deveriam ter eles próprios, em bloco, pedido escusa de arbitrar jogos do Porto enquanto não houvesse um recuo portista, acompanhado de um pedido de desculpas.

Que fique claro: numa situação destas, se a consequência última for a desistência do Porto, então que desista. Não pode haver o mínimo de tolerância, condescendência ou prurido na condenação de um tão gritante condicionamento das competições.

Jornal O Benfica - 5/11/2021

Sem comentários:

Enviar um comentário

Números da semana (180)

1 A equipa feminina do Benfica de minitrampolim sagrou-se campeã nacional; 3 O canoísta Fernando Medalha conseguiu 3 medalhas no Campe...