terça-feira, 14 de maio de 2019

Elogio a André Almeida


Como o dos “livros esquecidos” de Zafón, no Benfica parece existir um cemitério das assistências esquecidas. No universo benfiquista, por mais honrarias e glória atribuídas aos vários protagonistas, há um raramente referido pelas suas valorosas contribuições: André Almeida.

No passado sábado, frente ao Portimonense, o nosso lateral direito somou mais duas assistências para golo, ambas em bola corrida. De acordo com o site transfermarkt, já são 12 da sua responsabilidade nesta temporada considerando somente a Liga NOS, o que equivale a 12,5% dos golos marcados pela equipa (12,8% excluindo dois golos da autoria de André Almeida; 13,6% se ainda retirarmos as 6 grandes penalidades). Por exemplo, o muito merecidamente aclamado Grimaldo leva 10 assistências para golo no presente campeonato. E o indiscutivelmente fantástico Nélson Semedo, sempre enormemente elogiado pela sua capacidade ofensiva, ficou-se pelas 8 em 16/17, a sua melhor temporada ao serviço do Benfica.

André Almeida, com 248 jogos “oficiais” de águia ao peito, até poderá nem ser um grande “jogador da bola”, mas é um excelente futebolista. Além da queda para o passe ou cruzamento decisivos, é seguro na posse de bola e um defesa competentíssimo, a que acrescenta polivalência. Além do mais, todos os sinais manifestam-se no sentido de ter capacidade de liderança, o que é indispensável a um pequeno conjunto de atletas em cada plantel ganhador, como têm sido os do Benfica nas últimas temporadas e se deseja na presente época. Faltam duas finais e, se correrem de feição, André Almeida, assim como Salvio, Jardel e Fejsa, será campeão pela quinta vez ao serviço do Benfica. Não é para todos (serão apenas 41)!

Jornal O Benfica - 10/5/2019

1 comentário:

  1. Boa tarde João Tomaz,
    No ano do 36 fui ao Montijo com o meu filho Tomás e a minha mulher e no regresso a casa fiz um desvio pelo estádio da Luz para uma visita ao Museu e entre outras coisas comprei para mim a camisola do André Almeida, por tudo o que ele representa, não estou arrependido.
    Este teu texto dá-me uma grande moral.
    Saudações Benfiquistas,
    Obrigado.

    ResponderEliminar

Uma final

O Benfica está a um mero ponto de conquistar o seu 37º título nacional, o qual foi uma miragem durante grande parte da época. Mas, desde q...